Com 23 casos confirmados de coronavírus, Paraná decreta emergência


O governo do Paraná decretou estado de emergência em saúde pública por conta da pandemia do novo coronavírus. O decreto assinado nesta quinta-feira, 19 pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior vai facilitar a obtenção de recursos para o enfrentamento ao coronavírus no Paraná.

A medida, segundo o secretário do Estado da Saúde, Beto Preto, permite ao Estado dar uma resposta mais rápida para a mobilização dos órgãos estaduais nas ações de combate à doença.

Os casos confirmados do novo coronavírus subiram de 14 para 23 no Paraná, conforme boletim divulgado pelo secretário nesta quinta-feira. Além disso, 291 casos foram notificados e outros 146 ainda aguardam resultados.

Os novos casos contabilizados entre quarta e quinta-feira são de cinco mulheres e quatro homens que residem em Curitiba. Segundo a Sesa, todos os confirmados são casos importados e ainda não há registro de transmissão comunitária no Paraná.

Uma das medidas anunciadas é a contratação de 360 profissionais concursados, entre médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem, que irão ajudar a compor as atividades de saúde. "As equipes vão reforçar regionais da saúde, estruturas da Secretária de Estado da Saúde e ajudar a organizar ainda mais o nosso trabalho que está sendo feito para atender o estado do Paraná", informou Beto Preto.

Ainda pelo decreto ficam dispensadas as licitações para os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta, de prestação de serviço e de obras relacionadas à reabilitação do cenário. Os contratos precisam ser concluídos em um prazo de 180 dias a partir da publicação do decreto.

Nesta quarta-feira, 18, Ratinho Junior assinou quatro decretos para o enfrentamento da epidemia, incluindo um que institui o Comitê de Gestão de Crise para o Covid-19, que vai definir um plano de ação, prevenção e contingência em resposta à pandemia. O comitê vai sugerir as medidas de saúde necessárias para a prevenção, controle do contágio e o tratamento das pessoas afetadas.

Fonte: Portal Goioere

Site Portal Alto Paraíso PR

,