Fogo que devastou mais de 62% do Parque de Ilha Grande é considerado controlado


Após 11 dias de trabalho árduo para combater o incêndio que atinge o Parque Nacional de Ilha Grande, o fogo no local parece estar controlado, afirma o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). De acordo com o órgão os trabalhos são para tentar impedir que as chamas cheguem até a lagoa Xambrê, a maior lagoa do Parque e de todo o estado.

Os últimos dados sobre a queimada na área indicam que 62% de todo o parque havia sido consumido pelo fogo que atinge a Ilha Grande há onze dias. O incêndio chegou a se alastrar para pelo menos duas propriedades rurais do município de Altônia, na região da estrada São Tomé, conforme destaca o secretário de Meio Ambiente da cidade, Carlos Buosi. Apesar de o fogo invadir as áreas rurais, os brigadistas conseguiram controlar as chamas. A comunidade também colaborou com a ação, fornecendo tratores para que os trabalhos de combate ao incêndio fossem feitos e a Prefeitura arcou com as despesas.

Na terça-feira (20) à noite, os bombeiros que estavam atuando no controle das chamas foram dispensados do trabalho e estão agora de sobreaviso, podendo retornar a qualquer momento, se um novo foco de incêndio aparecer. O Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) que estava no local controlando as chamas com um heli-balde também retornou às suas bases em Londrina e Curitiba. No fim de semana, a equipe trabalhou por 31 horas ininterruptas para evitar que o fogo se descontrolasse e se alastrasse para outros locais.

Na tarde desta quarta-feira (21) os brigadistas do ICMBio trabalharam para controlar o último foco de incêndio até então existente, na lagoa São João. Vale ressaltar que apesar de controlado, o fogo do local não está apagado completamente.

“Fazemos o que dava para ser feito. Utilizamos aceiro, duas aeronaves para jogar água no parque e monitorar o fogo, trazemos efetivos de fora e trabalhamos em mais de 70 pessoas. Todas as estratégias para extinguir o fogo foram utilizadas e ele foi controlado, mas a quantidade da carga de incêndio e a velocidade do vento impediu que fizéssemos um trabalho totalmente eficaz”, avalia o tenente William do Corpo de Bombeiros de Umuarama, que esteve presente no combate direto às chamas.

A partir de agora, o ICMBio está monitorando o local. Caso haja novos focos de incêndio, os bombeiros serão chamados novamente para atuar no trabalho. A orientação no momento é que as pessoas não joguem fogo próximo ao local para evitar que novos focos se espalhem. Somente uma chuva de boas proporções será capaz de apagar o fogo dos 47 mil hectares que foram queimados na Ilha Grande.

Fonte:OBemdito

Site Portal Alto Paraíso PR

,