Dois funcionários da prefeitura de Cascavel são demitidos por vender combustível da frota do município


Dois funcionários da prefeitura de Cascavel, no oeste do Paraná, foram demitidos depois da conclusão de um processo administrativo aberto para apurar suspeitas de que estavam desviando e vendendo diesel reservado à frota do município.

A decisão foi publicada no diário oficial do município de sábado (19), após a conclusão do processo administrativo disciplinar aberto pela Corregedoria da Casa Civil.

O caso de peculato também está sendo apurado por meio de uma ação ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MP-PR), que ainda não definiu se vai apresentar denúncia à Justiça.

Os servidores - um motorista e um auxiliar de serviços gerais - chegaram a ser presos em flagrante em julho de 2017 quando se preparavam para descarregar um caminhão com diesel em uma marcenaria. O combustível deveria ser levado para o interior do município.

O dono da marcenaria também foi preso e um adolescente, que trabalha no local, foi apreendido.

Na marcenaria, policiais militares encontraram 30 galões vazios, que eram usados para armazenar o combustível. Outros dez galões estavam na casa do dono da empresa.

De acordo com a prefeitura, na época o caso estava sendo investigado internamente havia cerca de seis meses.

Segundo as investigações, a dupla levava os caminhões-tanque carregados até as empresas que compravam o produto por R$ 1 o litro. a estimativa era de que os dois desviavam até 40 litros de combustível por carga.

Fonte: G1 PR

Site Portal Alto Paraíso PR

, ,