Polícia de Cruzeiro do Oeste acredita que mulher morta também sofreu abuso sexual



O delegado Gabriel Menezes, de Cruzeiro do Oeste, iniciou as investigações para elucidar o homicídio de uma mulher de 45 anos logo após o corpo ser encontrado na manhã desta segunda-feira (17). Através de uma análise preliminar da perícia, a polícia acredita que a vítima possa ter sofrido abuso sexual.

Menezes explica que chegou à identificação do principal suspeito através de testemunhas que ouviram o acusado dizer que teria matado a companheira Maria das Dores de Souza. Luan Douglas da Silva Ribeiro, 19, passou a ser procurado pelas polícias civil e militar de Cruzeiro do Oeste.

Peritos do Instituto de Criminalística de Umuarama verificaram que o crime possivelmente aconteceu na noite de sábado ou madrugada de domingo. No entanto, foi apenas na manhã desta segunda que uma filha da vítima a encontrou na casa em que residia.

O corpo foi recolhido para ser necropsiado no Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama. Apenas com o resultado do laudo médico é que o delegado poderá confirmar se o abuso sexual realmente aconteceu, o que poderá levar o autor a responder por mais de uma acusação.

Maria das Dores foi morta em um dos quartos da casa em que vivia com o principal suspeito, há cerca de um mês. O local estava todo revirado. Ela foi amordaçada e teve as mãos amarradas aos pés. Perfurações provavelmente causadas por facadas foram encontradas em seu rosto. A arma do crime não foi localizada.

O imóvel está localizado no cruzamento das ruas Acre e Paraíba, no bairro Jardim Cruzeiro.

Fonte:OBemdito

Site Portal Alto Paraíso PR

, ,