Alerta Geada começa a funcionar nesta terça-feira no Paraná


O Alerta Geada começa nesta terça-feira (8) e vai até o fim do inverno, em 22 de setembro. O serviço informa gratuitamente aos cafeicultores a probabilidade de ocorrência de geada na região cafeeira com antecedência de 48 e 24 horas.

Ao receberem as mensagens em tempo hábil, os produtores podem adotar medidas de proteção das lavouras, evitando e reduzindo perdas agrícolas.

Uma vez emitida a previsão do Simepar, a equipe de agrometeorologistas do Iapar interpreta as informações e dispara o aviso por e-mail, celular, redes sociais e veículos de comunicação. Além disso, um boletim é divulgado nas páginas do Simepar (www.simepar.br) e Iapar (www.iapar.br) e também pode ser acessado pelo Disque Geada - (43) 33914500 - ao custo de uma ligação para aparelho fixo. A persistirem as condições para formação de geada, um aviso de ratificação é enviado até 24 horas antes da ocorrência prevista.

A difusão dos alertas se dá por meio de uma rede formada por órgãos públicos estaduais, prefeituras municipais, cooperativas, associações rurais, técnicos e profissionais de agronomia, estabelecimentos educacionais e comunitários. Para receber os avisos, os interessados devem preencher um formulário na página do Iapar na Internet.

Outros setores da economia também são beneficiados, como produtores de hortaliças, comércio de vestuário, construção civil e turismo.

A expectativa de colheita para 2018 é de cerca de um milhão de sacas de café beneficiado. Segundo a pesquisadora em agrometeorologia, Ângela Costa, havendo alerta de geada, nas lavouras cafeeiras com idade entre seis e 24 meses recomenda-se amontoar terra no tronco das árvores até o primeiro par de folhas imediatamente. Denominada "chegamento de terra", essa conduta protege as gemas e evita a morte da planta por geada severa.

A proteção deve ser mantida até o final do período frio, em meados de setembro, quando deve ser retirada preferencialmente com as mãos. Nos plantios com até seis meses de idade, é recomendável enterrar as mudas. Viveiros devem ser protegidos com várias camadas de cobertura plástica. A proteção das mudas e dos viveiros deve ser removida rapidamente assim que a massa de ar frio se afastar e cessar o risco de geada.

Site Portal Alto Paraíso PR