Hospital de Umuarama comunica a morte de paciente à família errada


Um hospital de Umuarama, no noroeste do Paraná, comunicou a morte de um paciente à família errada, na madrugada desta terça-feira (7).

A família de Luiz Savian Neto, de 62 anos, recebeu uma ligação com a notícia de que ele havia morrido. Até o atestado de óbito foi feito. No entanto, quando o corpo seria preparado, surgiu a surpresa: era engano.

O homem foi internado em 11 de fevereiro, com complicações no intestino. Ele passou por cirurgia há dez dias, segundo a família, e foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

"Esta noite ligaram, por volta da 1h, avisando os familiares de que ele tinha falecido. Aí foi aquele transtorno: o filho dele e o genro dele vieram de São Jorge do Patrocínio para cá; a irmã dele, de Curitiba, estava vindo para cá; a filha dele, que mora para lá de Sinop, também estava vindo", conta o cunhado João Aparecido dos Anjos.

Depois de viajar mais de 80 quilômetros, o filho do paciente, então, viu que o homem morto não era seu pai, que segue internado em estado grave.

"Eles [o hospital] só pediram perdão, mas não se justificou o erro, como que foi. Deveriam ter um pouco mais de cuidado. Já pensou o transtorno? Ficou todo mundo chocado", diz o cunhado.

A direção do hospital lamentou o ocorrido e disse que está apurando o caso.

Fonte: G1

Site Portal Alto Paraíso PR