Vereador denuncia deterioração de barracão cedido para associação de pescadores em Porto Camargo





A situação de deterioração da estrutura cedida para a Associação de Pescadores de Porto Camargo, distrito de Icaraíma, foi alvo de denúncia por parte do vereador Sargento Samuel. Em um vídeo divulgado no Youtube, o vereador fala sobre a falta de manutenção do barracão e do maquinário em seu interior.

Sargento Samuel mostra no vídeo que partes do telhado caíram, o mato alto toma conta do terreno, além de problemas na caixa d’água e poço artesiano. A máquina de fazer gelo e freezer para armazenar os peixes também estão apodrecendo com a ação do tempo.

Outro problema apontado pelo vereador está relacionado com o caminhão que foi repassado para a associação, que permaneceria na casa do presidente, que estaria utilizando o mesmo em benefício próprio. O denunciante diz ainda que o presidente não tem carteira de habilitação apropriada para conduzir o veículo.

O denunciante disse a OBemdito que vai protocolar na tarde desta segunda-feira (09) uma queixa junto ao Ministério Público Estadual sobre os fatos.

Defesa

O presidente da Associação de Pescadores de Porto Camargo, Paulo Sérgio Alves, informou que o barracão e o caminhão foram recebidos oficialmente no último dia 29 de dezembro. Alves disse que o caminhão ficou parado por três anos no pátio da Prefeitura e que sua câmara fria não funciona. Ele confirmou não possuir a CNH apropriada, mas que quem dirige o veículo seria um associado que possui o documento correto.

Sobre a utilização do veículo, o presidente informou que neste período de defeso (em que a pesca está proibida, conhecido como piracema) os associados estão utilizando o caminhão para outras finalidades; e que o mesmo não está ficando no barracão pela falta de uma garagem apropriada e medo de furto.

Sobre o barracão, Alves explicou que a estrutura foi feita para que a colônia de pescadores pudesse beneficiar os peixes, mas que quando recebeu a chave – há cerca de 9 anos – o local já apresentava vários problemas. Ele diz que a câmara fria nunca funcionou e a máquina de fazer gelo não era a que constava no termo de cessão do Ministério da Pesca. Além disso, a máquina não teria muita utilidade tendo em vista que tem alto gasto com energia e demora muito para produzir o gelo, sendo que a demanda dos pescadores pelo produto é baixa.

Sobre o telhado do barracão, Alves alega que o mesmo já foi danificado por ventanias diversas vezes, sendo que foi reformado.

O presidente finalizou informando que fez um termo declaratório de recebimento dos bens e informou que grande parte da estrutura estava inoperante. Alves disse que realizou um levantamento minucioso da situação no dia 23 de dezembro e vai encaminhar para o Ministério da Pesca. “Agora que a estrutura é nossa, vamos brigar para reformar e melhorar”, manifestou-se.

Fonte:OBemdito

Site Portal Alto Paraíso PR