Trio é preso após furtar e abater gado em Douradina


A Polícia Militar de Douradina prendeu três homens e apreendeu um menor, suspeitos de furtar e abater gado, em uma fazenda na estrada Gleba 5, em Douradina. A prisão aconteceu neste sábado (3).

De acordo com a PM, a equipe foi solicitada a comparecer em uma fazenda na estrada Gleba 5 onde segundo informações havia restos mortais de um animal. Ao chegar ao local os policiais localizaram os restos mortais do animal dentro de uma represa, com indícios de que a carne havia sido furtada.

O filho da vítima indicou a polícia os rastos do veículo que foi utilizado, que ia até a sede de uma fazenda próxima. A equipe deslocou até o local e após ter encontrado indícios que as pessoas que ali moravam haviam cometido o crime realizou abordagem na residência.

Conforme o Boletim de Ocorrência, durante as averiguações foi localizado dentro de um freezer carnes resultante da morte do animal. Ao ser abordado uma pessoa identificada como Vinicius, o mesmo relatou que juntamente com seu irmão e mais duas pessoas haviam cometido o crime. Ele recebeu voz de prisão e foram iniciadas diligências no intuito de localizar e prender os outros envolvidos. 

Na Rua Domingos Cervinhani foi abordada uma pessoa identificada como Lucas e um menor o qual também se encontrava com carne em um freezer de uma geladeira da residência.

Ambos foram conduzidos à Delegacia e relataram que outro integrante com veículo havia ajudado no furto e encontrava-se na Vila Rural Menino Jesus na cidade de Ivaté. A equipe com o apoio da equipe do município de Ivaté deslocou até a Vila Rural, onde houve êxito em abordar a pessoa de Leandro o qual se encontrava com 70 quilos de carne limpa em sua geladeira. Leandro foi conduzido juntamente com o veículo à delegacia para serem adotados procedimentos.

No total foram apreendidos 164 quilos de carne limpas, preso três indivíduos e apreendido um menor e o veículo utilizado para cometer este ato ilícito, sendo todos entregues na carceragem da 7ª SDP aonde será adotado pela polícia judiciária os procedimentos cabíveis.

Fonte: Portal da Cidade Douradina

Site Portal Alto Paraíso PR