Professor Samuca não resiste e família autoriza doação dos órgãos


O professor de física Samuel Degtiar, o Samuca, do Colégio Alfa de Umuarama, não resistiu ao quadro delicado e faleceu no final da manhã desta quinta-feira (15) no hospital Santa Rita, em Maringá. A equipe médica diagnosticou morte cerebral.
Familiares autorizaram a doação dos órgãos. Uma homenagem será prestada por alunos de Maringá e o corpo deve seguir na sexta (16) para a capital do Estado, onde será velado e sepultado. Familiares e amigos estão definindo os detalhes.
Samuel sofreu um AVC com rompimento de aneurisma cerebral e estava internado desde terça-feira, no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Ele respirava por aparelhos e permaneceu inconsciente.
O internamento de Samuel gerou uma grande corrente pela sua recuperação nas redes sociais.
Natural de Curitiba, Samuel era graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e graduando em física pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Lecionava no Alfa desde 2002 e também no Colégio Integral, em Maringá.
“Era um professor apaixonado pelo que fazia. Para ele não tinha sábado nem domingo. Todo dia era dia de ensinar e esclarecer dúvidas dos alunos. Fazia isso até de madrugada. Estava sempre conectado, dando conselhos, apoiando. Era magnífico dentro e fora da sala de aula. Uma grande perda para todos nós”, disse Pedro Rodrigues, da coordenação do Colégio Alfa.
Fonte:OBemdito

Site Portal Alto Paraíso PR