Menina de 10 anos morre após pai disparar espingarda acidentalmente em Sarandi


Uma menina de 10 anos morreu nesta terça-feira (25) depois de ser atingida por um tiro acidental, disparado por uma espingarda de pressão carregada com chumbinho, que era manuseada pela pai da criança. O caso aconteceu na noite de segunda-feira (24), no Distrito do Vale Azul, em Sarandi, no norte do Paraná.

Em depoimento à Polícia Civil, o pai informou que estava manuseando a arma, que emprestou de um vizinho, quando ela disparou acidentalmente e atingiu a filha, que estava sentada no sofá.

A criança foi socorrida pela família e levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Sul de Maringá e depois foi transferida para o Hospital Universitário (HU) da cidade. Mas a menina não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta terça-feira.

De acordo com Reginaldo Caetano, delegado de Sarandi, o tiro atingiu o tórax da menina. O laudo do Instituto Médico-legal informou que o chumbinho ficou alojado no pulmão da criança.

A arma foi apreendida pela polícia. Por utilizar chumbinho como munição, a espingarda dispensa registro de armas emitido pela Polícia Federal (PF).

O pai foi detido em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar e foi liberado, depois de pagar fiança.

“Não houve a intenção. Ele agiu com imprudência, manuseando uma arma que tinha potencialidade lesiva e o cano apontado, ainda que involuntariamente, para a região onde estava a filha”, disse o delegado.

Fonte: G1 Parana

Site Portal Alto Paraíso PR