Lei Seca: multa sobe de R$ 1.915 para R$ 2.934,70


Quem for pego pela Operação Lei Seca dirigindo alcoolizado ou se recusar a fazer o teste do bafômetro, a partir do dia 1º de novembro, pagará uma multa muito superior ao valor cobrado atualmente, que é de R$ 1.915. Devido a mudanças na legislação de trânsito, o valor subirá para R$ 2.934,70 e o motorista ainda terá a carteira de habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses.

O motorista que falar ao celular enquanto dirige também será penalizado com mais rigor: de infração média (multa de R$ 85,13) para gravíssima (R$ 191,54). E quem estacionar indevidamente em vaga de idoso ou deficiente perderá sete pontos na carteira.

Em Umuarama, o relatório divulgado no começo do ano pelo 25º Batalhão de Polícia Militar (25º BPM) aponta que houve aumento nas autuações por embriaguez entre 2014 e 2015. Para este ano as ações da Polícia Militar continuaram intensas. Essa semana um homem foi preso por embriaguez e desacato, após desobedecer a ordem de parada dada pelos PMs.

A Operação Lei Seca, iniciada em 2009, trouxe uma mudança para a realidade da segurança nas ruas e estradas do Estado do Rio. Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o número de mortes em 2009 foi de 59 por 100 mil veículos. No ano passado, ficou em 29 para cada 100 mil veículos, uma redução de aproximadamente 50%.

Fonte: Agência Brasil

Apoio:

Site Portal Alto Paraíso PR

,