Onda de ataques em represália à morte de menor apavora população em Umuarama


O primeiro dia de setembro entra para a história como um dos mais violentos da região de Umuarama. Em poucas horas, criminosos atacaram dois ônibus em regiões diferentes da cidade. No conjunto Sonho Meu, o veículo ficou completamente destruído.

A primeira ação foi no final da manhã. Um ônibus da Viação Umuarama foi alvo de atentado na rua Santos Reis Magos, no Parque Dom Pedro II, nas proximidades do Lago Tucuruvi.

Um grupo de dez a quinze elementos encapuzados parou o ônibus e promoveu um ato de vandalismo com pedras e pedaços de madeira, terminando por atear fogo ao veículo.

O desespero foi grande, segundo o motorista e os passageiros. Mas, por sorte, não houve vítimas. O Corpo de Bombeiros chegou rapidamente ao local e controlou o incêndio. A equipe da Rotam (Rondas Ostensivas) está no bairro para apurar o ocorrido. O perímetro foi isolado.

Os atentados seriam represálias à morte de Luiz Fernando Sgorlon, 16. O adolescente foi baleado durante a madrugada, após tentar fugir de bicicleta de uma abordagem policial. Ao ser alcançado, o rapaz teria sacado um revólver calibre 32 e feito menção de atirar. Na iminência da agressão, os policiais militares atiraram e atingiram Sgorlon, que não resistiu.

Circula pelas redes sociais uma série de mensagens de áudio sobre um "Salve Geral", que além de atentados a ônibus inclui ameaças a policiais e civis.

Sonho Meu

Uma dupla parou um ônibus na avenida principal do conjunto Sonho Meu por volta das 13h30. Após obrigarem o motorista e dezenas de passageiros a descer, eles teriam empregado coqueteis molotov para incendiar e destruir o veículo.

Foi o segundo ataque do dia.

Ônibus deixam de circular

A direção da Viação Umuarama confirmou que os ônibus não circularão na tarde desta quinta-feira (1) na cidade. A empresa teme novos ataques e a medida também visa preservar a integridade física de motoristas, cobradores e passageiros.

Fonte:OBemdito

Apoio:


Site Portal Alto Paraíso PR