Amafil Alimentos confirma a instalação de uma unidade no município de Pérola

Foto: Unidade Alto Paraíso

Com os sinais de melhora que já começam a aparecer na economia nacional e na cultura da mandioca, a Amafil Alimentos anunciou anteontem, por meio do seu diretor presidente Manoel Antonio da Silva, popularmente conhecido como “Seu Anézio”, que a empresa vai instalar uma Unidade no município de Pérola em 2017 com previsão de funcionamento para safra de 2018.

Serão investidos em torno de 20 milhões de reais na execução do projeto. E, além de ajudar na arrecadação do município, a nova filial da Amafil tem previsão de gerar em Pérola cerca de 50 empregos diretos e outros aproximadamente 800 indiretos na cidade e no campo. 
Anézio explicou que a diretoria decidiu há um ano pela construção de mais uma unidade, e devido a uma boa posição geográfica do município de Pérola, como também a uma excelente receptividade e atenção da administração municipal na verificação dos incentivos que serão oferecidos, não teve dúvidas em definir Pérola como o próximo desafio para sua conceituada Indústria de Alimentos. O projeto vai ser colocado em prática a partir do próximo ano. A meta é moer 400 toneladas de mandioca ao dia daqui a dois anos.

A geração de empregos será maior no campo, já que na indústria os equipamentos de última geração são bastante automatizados. Mas, além da necessidade de centenas de trabalhadores atuando do preparo do solo e plantio à colheita, tem também a movimentação de dinheiro em vários setores da economia municipal como restaurantes, postos de combustíveis, oficinas mecânicas, auto elétricas, lenheiros, caminhoneiros, mercados, além de contribuir com a arrecadação de impostos que podem ser revertidos em benefícios para a comunidade.
A Amafil Alimentos já conta com unidades em Terra Boa, Altônia, Alto Paraíso e duas em Cianorte, sendo uma na sede do município e a matriz no distrito de São Lourenço, além de um centro de distribuição em Fortaleza (CE). O Grupo Amafil também possui empresas no ramo de fecularias em Novo Horizonte do Sul (MS), Santa Mônica e no distrito de Graciosa, ambos na região de Paranavaí. 
Em entrevista ao jornal Umuarama Ilustrado, Seu Anézio disse que a empresa tem 42 anos de história e sempre deu passos sólidos rumo ao crescimento sustentável, investindo no ser humano e na preservação ambiental. Por isso, se consolidou no mercado disponibilizando hoje cerca de 70 produtos derivados da mandioca e marcando presença em todos os estados brasileiros e também com exportações para Estados Unidos e Europa. “Sempre foi nossa meta, produzir com a mais alta qualidade no sentido de atender aos anseios de nossos clientes, a fim de que sejamos reconhecidos em âmbitos nacional e internacional como referência na produção de alimentos”, disse.

Os produtos campeões de vendas e o lançamento

O mix de produtos da Amafil Alimentos fica em torno de setenta itens, mas os que lideram a lista de vendas são o polvilho azedo, o preparo especial para tapioca, a farofa temperada e a tradicional farinha de mandioca. De olho no mercado de produtos naturais, a Amafil acaba de lançar o “Mix Ture”. Uma mistura especial para bolo, pudim, pizza e outras receitas, e o que é melhor, sem conter o glúten, substância normalmente encontrada nos produtos à base de farinha de trigo e que não pode ser consumida por celíacos. A Amafil informou que o Mix Ture acabou de chegar ao mercado e já está agradando a quem procura por produtos livres de glúten para preparar as suas receitas. “Produzir com a mais alta qualidade no sentido de atender as exigências dos consumidores e identificar oportunidades adicionais que vão surgindo para manter os clientes fiéis à marca Amafil e conquistar novos públicos. Essas são algumas de nossas metas”, concluiu o presidente.

Fonte: Ilustrado

Apoio:


Site Portal Alto Paraíso PR