Para economizar, Prefeitura de Umuarama cortará recursos na saúde


O prefeito de Umuarama, no noroeste do Paraná, Moacir Silva (PDT) anunciou que realizará cortes de gastos em vários setores do município devido a quede de arrecadação. Nos primeiros três meses deste ano, R$ 12 milhões deixaram de ser recolhidos com impostos e transferências. Entre as medidas anunciadas, está a redução do horário de atendimento ao público em diversas autarquias a partir desta segunda-feira (2), e também o corte de recursos na área da saúde.

Na Saúde, a prefeitura pretende reduzir do valor pago por consulta médica para economizar. Atualmente, um especialista contratado pelo município recebe R$ 40 por consulta, sendo R$ 10 custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e R$ 30 pela administração municipal. No planejamento de corte de gastos, a administração pretende deixar de pagar esse extra aos médicos.

“Vamos negociar com os profissionais, porque esse valor extra está ficando insustentável, está comprometendo toda a estrutura municipal. A intenção é pagar apenas o valor que o SUS repassa ao município, que é de R$ 10. Vamos tentar negociar com os profissionais, pois estamos em um momento crítico”, explica o secretário municipal de Administração e Fazenda, Armando Cordts Filho.

De acordo com a prefeitura, 25% das receitas municipais são destinadas a Saúde. Em 2015, foram repassados R$ 36 milhões à pasta, sendo que R$ 14,9 milhões foram provenientes de recursos municipais e o restante de repasses federais e estaduais.

O corte de despesas também vai afetar o atendimento na Secretaria de Saúde, Centro de Especialidades Odontológicas, Serviços de Atendimento Psicológico e Unidades Básicas de Saúde. Os locais atenderão das 7h às 13h.

Para atendimento médico após esse horário, a população deve procurar os seguintes locais: Posto de Saúde Central, atenderá os pacientes das unidade de saúde do 26 de junho, Ouro Branco, Bem Estar e dos distritos Serra dos Dourados, Santa Eliza, Vila Nova União, Lovat, Roberto Silveira e Nova Jerusalém; a Unidade Vitória Régia, atenderá moradores da Cohapar I, San Remo, Industrial e Sonho Meu ; a Unidade do Jardim Lisboa, vai atender moradores que frequentemente consultam nas unidades Cohapar III/Jardim Cruzeiro, Panorama, Cidade Alta e Cohapr II;e a Unidade 1° de Maio, que atenderá a população do Guarani, Anchieta, Jabuticabeiras e Centro de Saúde Escola.

O Pronto Atendimento Municipal continua funcionando das 7h às 23h, o Centro de Especialidade Médicas e o Centro de Referência Materno Infantil abre das 7h às 17h, e a Unidade Radiológica funciona das 7h às 12h e das 14h às 17h. A Central Farmacêutica abre das 7h30 às 14h.

Redução de ações

O secretário de Administração e Fazenda, Armando Cordts Filho, diz que o município também reduzirá o ritmo de obras.“Só vamos realizar obras com recursos em caixa, enquanto tivermos recebendo recursos avançamos, caso contrário vamos diminuir o ritmo. Não vamos mais adiantar a contrapartida”, argumenta.

O município também vai reduzir a jornada de trabalho e atendimento ao público em diversas autarquias a partir desta segunda-feira. Alguns setores passam a trabalhar seis horas, ao invés de oito. Com isso, o município deixará de comprar marmitas para funcionários do pátio e também vale-transporte para servidores se locomoveram no intervalo do almoço.

“Esperamos economizar aproximadamente R$ 2,5 milhões por mês com essas medidas. Vamos reduzir o valor de energia, transporte de funcionários, combustível e almoço. Além disso, acreditamos que alguns setores vão produzir mais. Trabalhando seis horas direto o servidor não faz intervalo e consegue realizar todas as atividades sem parar”, explica Armando Cordts Filho.

Serviço em horário reduzido

A partir desta segunda-feira, os contribuintes serão atendidos no Paço Municipal, no Procon, Junta de Serviço Militar, Divisão de Merenda Escolar, Diretoria de Habitação, Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e Administração de Cemitérios e Serviços Funerários (Acesf), das 8h às 14h.

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Divisão de Segurança Alimentar/Banco de Alimentos e diretoria de Compras, atendem das 7h às 13h. As Secretarias Municipais de Serviços Públicos, Serviços Rodoviários, Arborização, Defesa Social, Trânsito, Fundação Cultural e Turismo, atenderão das 7h30 às 13h30.

Fonte: G1

Apoio:

Site Portal Alto Paraíso PR