Umuarama confirma o primeiro caso de Zika


Antes da divulgação oficial do informe técnico semanal da Secretaria Municipal de Saúde sobre a situação de Umuarama em relação aos casos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, a equipe da Vigilância em Saúde alerta a população que o primeiro paciente com Zika foi confirmado na cidade.

Trata-se de um homem, residente no Jardim Canadá e que possui problemas de locomoção, passando a maior parte do tempo acamado. Segundo a família, o paciente não viajou nos últimos meses, o que significa ser um caso autóctone, ou seja, adquirido no próprio município.

A Prefeitura mobilizou as equipes dos agentes de endemias para reforçar o trabalho nas proximidades de onde o paciente reside para o bloqueio da proliferação.

Várias estratégias começaram a ser tomadas para inibir o surgimento de outros casos, como a aplicação de inseticida na região e a visita dos profissionais em pontos estratégicos do bairro para identificação de possíveis suspeitos.

“Nos preocupamos muito em virtude de que para cada 10 casos de Zika, apenas dois apresentam sintomas. Ou seja, a identificação é difícil e requer uma atenção muito especial”, destaca o chefe da Divisão de Vigilância em Saúde, Fábio Barzon.

Segundo Barzon, a situação de saúde do paciente é estável e não apresenta riscos mais graves. No entanto, o mesmo está sendo monitorado pela Secretaria de Saúde.

Os primeiros casos suspeitos de Zika em Umuarama surgiram no início de fevereiro e desde então o número de notificações cresceu significativamente.

O último boletim divulgado pela Vigilância no dia 24 de fevereiro, apontava seis pessoas sob investigação laboratorial da doença, sendo que felizmente três delas já haviam sido descartadas.

Os dados completos e atualizados sobre a situação de Zika, Chikungunya e Dengue em Umuarama serão divulgados nesta quarta-feira (02).

Fonte:OBemdito

Site Portal Alto Paraíso PR

,