Comerciária morre de trombose que pode ter sido causada por anticoncepcional


A Autarquia de Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa) confirmou neste sábado (26) o falecimento da comerciária Daiane Guimarães Granzotti, de 31 anos.

Ela trabalhava em uma tradicional loja da cidade situada na Rua Avenida Curitiba e foi internada no Hospital da Providência após sentir forte e incessante dor de cabeça. Fontes médicas relataram que Daiane faleceu em decorrência de uma trombose que atingiu o cérebro da apucaranense, provocando morte cerebral.

As mesmas fontes explicaram que esse tipo de trombose pode estar associado ao uso de determinados medicamentos anticoncepcionais. O corpo de Daiane é velado na Capela Mortuária de Apucarana e o sepultamento está marcado para as 9 horas de domingo (27), no Cemitério Cristo Rei.

Ela deixa um filho de dez anos e um vasto círculo de amizades.

Fonte:Tribuna do Norte

Site Portal Alto Paraíso PR