Caminhoneiro sofre queimaduras em 90% do corpo em acidente na Boiadeira


O tombamento de um caminhão que transportava 10 mil litros de etanol e gasolina, na tarde de sexta-feira (11), deixou o motorista Valter Maia da Silva gravemente ferido. O acidente ocorreu na Estrada Boiadeira, próximo ao distrito de São Geraldo (Araruna).

Após bater no barranco e tombar, o veículo pegou fogo e o motorista teve pelo menos 90% do corpo queimado. Pessoas que passavam pelo local ajudaram Maia a sair do caminhão e o afastaram de perto das chamas até que equipes do Samu e Corpo de Bombeiros chegassem para prestar atendimento.

Ele teve as roupas queimadas e foi atendido por um médico do Samu e bombeiros, que após os primeiros socorros o encaminharam para a Santa Casa de Campo Mourão.

Após tombar, ficando com os pneus para cima, o combustível derramou e provocou incêndio às margens da rodovia. O Corpo de Bombeiros chegou rápido com uma viatura de combate a incêndio e eliminou as chamas.

“Por sorte não houve explosão, pois se isso acontecesse poderia ter ocorrido uma tragédia maior. O fogo também não começou na hora do acidente, demorou um pouco”, afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros, Leandro Calegari.

O acidente foi presenciado por Silvano de Lara, 33. Eles e dois filhos ajudaram o motorista a sair do veículo e o levaram até uma sombra até que o socorro chegasse.

“Ele estava consciente, mas muito queimado. Até cortamos uns galhos com folhas para forrar o asfalto onde ele ficou deitado. Se a gente não chega logo ele poderia ter morrido”, contou Silvano.

Maia mora em Cianorte e faria a entrega do combustível em um posto na localidade de São Geraldo. As queimaduras atingiram as pernas, braços e o rosto da vítima.

Fonte: Portal Noroeste

Site Portal Alto Paraíso PR