Moradores ameaçam interditar a BR-163 se governo não tomar providências sobre a ponte que liga Naviraí a Icaraíma


A reportagem do site Portal do Conesul recebeu na manhã desta sexta-feira (12) uma ligação de moradores do Assentamento Santo Antonio de Naviraí. Eles questionam sobre o descaso do governo sobre a ponte que caiu no último dia 2 de Dezembro devido às fortes chuvas. 

“Pedimos a ajuda de vocês da imprensa para noticiar que damos um prazo de sete dias para nós moradores termos uma resposta de quando o governo vai arrumar essa ponte, estamos passando dificuldades devido a isso nós moradores e usuários da via vamos bloquear a BR-163 se caso não fomos ouvidos e se bloquearmos só liberaremos depois que a ponte estiver pronta. Infelizmente sabemos que o resto da população que usa a Br-163 não tem culpa mais só fazendo isso para que o governo tome previdências ” finalizou Marco Antonio.

Com o tráfego impedido, os moradores decidiram construir uma espécie de "pinguela", uma ponte improvisada, sobre a via caída. Portanto, a estrutura temporária não permite travessia de veículos, apenas pedestres.

Causas

Segundo o DNIT (Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes), a ponte que desmoronou fica sobre uma das vazantes do Rio Amambaí. A BR-487 liga a BR-163, no trevo de Naviraí até Porto Camargo, no município de Icaraíma (PR). O local interditado fica a 500 metros do Posto Fiscal Foz do Amambaí, sentido Naviraí-Paraná.

Ainda não há previsão de quanto tempo o acesso ficará interditado.
A ligação rodoviária de Mato Grosso do Sul com o Paraná por essa região começou em 2001, quando o então presidente Fernando Henrique Cardoso inaugurou um complexo de pontes sobre os Rios Amambaí e o Paraná.

Rotas alternativas - Desde que a ponte caiu os motoristas que vão de Mato Grosso do Sul para o Paraná precisam optar pelo acesso.

Fonte: Portal do Conesul

Site Portal Alto Paraíso PR