Sobe para 6 o número de mortos de Kombi atingida por avião no Paraná




O número de mortos no acidente com um avião agrícola e uma Kombi em Londrina, na região norte do Paraná, subiu para seis na madrugada desta quinta-feira (21). Duas pessoas, uma delas sendo o piloto, ficaram feridas. A situação ocorreu por volta das 17h de quarta-feira (20), na rodovia Carlos João Strass, no distrito de Warta.

Até a publicação desta reportagem, o nome da sexta vítima ainda não tinha sido divulgado. O Instituto Médico-Legal (IML) aguarda a chegada da família para que o corpo seja identificado.

Os corpos dos outros mortos - Rodolfo Florêncio Fagundes, Renan Florêncio Fagundes, Flávio Tosi, Cleverson Henrique Pereira e Odirley de Oliveira Inácio - já foram liberados do IML.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o avião decolou do aeroporto 14 Bis, teve uma pane no motor logo após a decolagem, tentou voltar para a pista, mas não conseguiu. Então, perdeu altura, bateu em um barranco, saiu arrastando pelo asfalto e atingiu em cheio o veículo que passava pela rodovia.

A Kombi, com sete ocupantes, transportava trabalhadores de Bela Vista do Paraíso paraLondrina. Eles faziam a capinagem dos canteiros da estrada. O tráfego foi interrompido por cerca de uma hora.

A aeronave pertence à empresa Viagro Vidotti, especializada na pulverização de plantações, e seguia para Sandovalina, no interior de São Paulo. O funcionário da companhia aérea, Marcelo de Abreu, diz que o avião estava com as revisões em dia, e o piloto, com a documentação regular.

"Ele tem, no mínimo, 3 mil horas de vôo, o suficiente para operação desse tipo de aeronave. Com absoluta certeza, não foi isso que ocasionou o acidente", diz. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do acidente, que também vai ser investigado pela Aeronáutica.

Fonte: G1

Site Portal Alto Paraíso PR