Segunda morte por dengue em Paranaguá é confirmada pela Saúde


A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) confirmou nesta terça-feira (12) a segunda morte por dengue em Paranaguá, no litoral. A vítima era um morador da cidade, um taxista de 71 anos. É a segunda morte causada pela doença no Paraná em 2016.

Na sexta (8), uma mulher de 25 anos morreu de dengue no município, que está com epidemia da doença. Esta é a primeira vez que uma cidade da região leste do estado e do litoral passa por essa situação, com 491 casos confirmados desde agosto de 2015.

Apesar de a epidemia ser apenas em Paranaguá, os veranistas em todo o litoral devem redobrar os cuidados.

Epidemia
Além de Paranaguá, outras quatro cidades do estado também estão com epidemia de dengue – todas elas no norte e no noroeste: Munhoz de Melo, Santa Isabel do Ivaí, Itambaracá eGuaraci. Outras seis cidades estão em estado de alerta: Mamborê, Cambará, Santo Antônio do Paraíso, Ivatuba, Jataizinho e Foz do Iguaçu.

Para que seja considerada epidemia, é preciso a confirmação de mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes. O estado de alerta é decretado a partir do momento em que os registros ficam acima de 100 casos a cada 100 mil habitantes.

Zika e Chikungunya
Também transmitidos pelo mosquito Aedes Aegypti, foram registrados 105 notificações dos vírus Chikungunya, sendo quatro deles confirmados, e 30 notificações de Zika. Nenhuma destas notificações de Zika, no entanto, foram confirmadas por laboratórios.

Os quatro casos confirmados de Chikungunya foram em Telêmaco Borba, Jacarezinho, Mandaguari e União da Vitória.

Fonte:G1 Paraná

Site Portal Alto Paraíso PR