Fugitivos da cadeia de Icaraíma são recapturados em Herculândia


Uma grande operação policial foi desencadeada em toda a região noroeste do Paraná, em busca de localizar os fugitivos da Cadeia de Icaraíma.

Na tarde desta terça-feira (05), os foragidos Dieferson Rodrigues Peres e Luiz Carlos dos Santos foram recapturados por policias do destacamento da Polícia Militar de Douradina, Ivaté e Serviço Reservado do 25º Batalhão.

Eles estavam escondidos em uma casa vazia no distrito de Herculândia.

Dieferson mora em Ivaté e estava preso por sequestro e cárcere privado. Luiz Carlos, que também é de Ivaté, foi preso por latrocínio, que é roubo seguido de morte. Ambos foram encaminhados à 7ª Subdivisão Policial de Umuarama.

Continuam foragidos Juraci de Oliveira Lopes, conhecido pela alcunha ‘Corimba’, morador em Itaquiraí – MS e estava preso por roubo. João Paulo Barbosa da Silva (morador em Porto Camargo estava preso por furto de veículo), e Elizeu Miranda de Souza (morador em Tapira e estava detido por roubo). Todos são considerados presos de alta periculosidade.

A fuga

Após serrar a porta da cela, os fugitivos aguardaram o momento em que o policial de plantão, Laércio Graciano, fosse até o local para verificar se tudo estava bem. Graciano foi rendido ao abrir a porta. O policial realizava o plantão sozinho. A delegacia não conta com efetivo suficiente para que dois policiais realizem o plantão.

Um dos detentos, Juraci de Oliveira Lopes, o Corimba, teria pego a arma do policial e efetuado três disparos contra a cabeça da vítima, sem sucesso. A pistola não estava com balas na câmara e o criminoso não conseguiu destravar o equipamento. Após, os cinco começaram a agredir fisicamente o policial, que chegou a ser atacado com 'estoques' na cabeça.

Após a fuga dos criminosos, o policial teria sido socorrido pelos detentos do regime semi-aberto. Ele foi levado para o Hospital Municipal, onde foi atendido e liberado. “O policial está traumatizado”, afirmou o delegado.

Ontem Graciano realizou exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal – IML de Umuarama.

O policial, que tem 26 anos de serviços prestados, deve voltar a sua rotina de trabalho nos próximos dias. “Por enquanto o policial está de folga. Ele não foi afastado das funções”, explicou o delegado.

Fonte: Portal da Cidade Douradina

Site Portal Alto Paraíso PR