Policia Ambiental efetua a prisão de pescadores que ostentavam em redes sociais


Na manhã desta sexta-feira, (30), policiais militares ambientais pertencentes ao pelotão de Cianorte, após várias denúncias relatando que pessoas moradoras de Cianorte efetuavam pescas com uso de apetrechos predatórios diversos, e após as pescarias ostentavam em redes sociais exibindo os peixes capturados, se deslocaram para o local indicado no Rio Ivaí, nos fundos da Fazenda Lagoa, no Município de Jussara.

No local os policiais surpreenderam quatro pessoas que estavam em uma embarcação a motor recolhendo redes de pesca e anzóis de galhos que haviam armado na noite anterior. Ao abordarem a referida embarcação foi encontrado no seu interior aproximadamente 100 metros de redes de pesca de diversas malhas, vários anzóis de galho e quatro peixes da espécie curimbatás que estavam ainda emalhados nas redes.

Diante do crime constatado foi dado voz de prisão aos pescadores e depois de deslocado da residência que usavam para pernoitar e cometer os crimes, foram encontradas várias outras redes de diversos tamanhos e malhas, e o apetrechos predatórios conhecidos como “joão-bobo ou galões” que haviam usados durante a noite, pois ainda se encontravam molhados, diversas tábuas com anzóis de galho e espinhéis e ainda, outros 14 kg de peixes da espécie barbados, dentre eles um exemplar com o tamanho inferior ao permitido para captura, ou seja, com 47 cm; sendo que o tamanho mínimo para captura é de 50 centímetro.

Os apetrechos de pesca de uso proibido, peixes, o motor de popa e barco foram apreendidos e encaminhados ao órgão ambiental competente (IAP), para as providências na esfera administrativa, bem como, para a confecção dos autos de infração ambiental, pois os pescadores infringiram o Artigo 35, § único, inciso I e II do Decreto Federal 6.514/08; e as autuações ambientais ultrapassará os R$ 1.000,00 para cada pescador, já na esfera criminal os presos, C.R 44 anos (Comerciário)R.M, 57 anos(Funcionário Público Municipal – Jussara) M.A.S.M, 35 anos (Empresário) foram encaminhados para a delegacia de Polícia de Cianorte onde foram autuados em flagrante delito, cuja pena é de 01 (um) a 03(três) anos detenção.

A polícia Ambiental e Instituto Ambiental do Paraná informa que a partir do 01 de Novembro de 2015, inicia-se o período de Piracema, “Período de reprodução dos peixes”, portando, a pesca será fechada em todas as suas modalidades nos rios de domínio do Estado do Paraná e somente será reaberta no dia 01 março de 2016.

Na nossa região os principais rios afluentes do Rio Ivaí, como: Rio dos Índios, Rio Ligeiro, São Tomé, Rio 26, Rio Pacu, Rio Claro, Tapiracuí, Andirá e outros, também ficam proibidos qualquer modalidade de pesca, inclusive a de barranco.

“A população pode contribuir no combate a crimes ambientais bastando fazer a uma denúncia nos fones: 44-3901-1936(2ª Cia Ambiental/Maringá) 44- 3637-3439 (Pelotão Cianorte), 44-3624-7630( Pelotão Umuarama) e 44-3584-1175 (Posto Porto Camargo).”

Fonte: Brandão junior

Site Portal Alto Paraíso PR